Sustentabilidade

Sustentabilidade econômica

A Alegra é fruto da história do cooperativismo paranaense, protagonizado a partir de 1950 com a colonização holandesa na região. Ao longo desses anos, a suinocultura sempre esteve presente.

A produção de suínos sempre teve impactos significativos na economia da região dos Campos Gerais no estado do Paraná e alguns produtores rurais. Atraídos pela demanda crescente da indústria, passaram a investir no segmento e construíram assim uma indústria de processamento da carne suína. A Alegra, vêm desenvolvendo diversos setores relacionados como a produção de ração, áreas de suporte e apoio, logística, transportes e manutenção de instalações, além de cultivos em propriedades rurais familiares, ampliando também o desenvolvimento técnico e a busca por tecnologia e mão de obra especializadas. A suinocultura impacta positivamente toda a sociedade, com aumento na arrecadação de tributos, desenvolvimento econômico e ampliação do acesso a diferentes tipos de serviços em uma determinada região.

A Alegra é a maior empregadora da cidade de Castro (PR), com 1700 empregos diretos e 110 indiretos. O movimento de prosperidade acompanha o aumento do consumo da carne suína no país e que cresceu nos últimos anos por conta dos altos preços das carnes bovinas. Embora o consumo no Brasil não passe de 15kg per capita ao ano, há potencial para que essa proteína ganhe representatividade na mesa dos brasileiros. Essa potencialidade pode ser percebida com a alta no faturamento de 17,2% da Alegra em relação ao ano anterior.

Saiba mais sobre a sustentabilidade da Alegra em nosso relatório de sustentabilidade.

 

Clique e acesse:

SAC Alegra

Horário de Atendimento do SAC:
Segunda a Sexta – 7h40 às 17h

ONDE ESTAMOS

Rodovia PR 151, KM 278 – Castro/PR
CEP: 84.194-300 – Caixa Postal: 353

CONECTE-SE

Desenvolvido por Kavicki.com